Sono depois do almoço?!

Se todos os dias bate aquele sono depois do almoço, atrapalhando um bocado as tarefas da tarde, saiba que há truques que podem evitar o sintoma e melhorar a produtividade. Não podemos evitar totalmente os sintomas,  mas, sim, minimizar, principalmente por meio da alimentação.

A primeira e mais preciosa dica é selecionar bem os alimentos durante o almoço. Segundo a endocrinologista Cláudia Cozer, diretora da Abeso (Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica), pratos muito volumosos e reforçados com carboidratos como macarrão, arroz, batata e massas em geral dão mais sonolência. Por isso, ela sugere a escolha de apenas um carboidrato no prato, e mais espaço para fibras e proteínas, sempre com equilíbrio.

– Não coma grande volume de comida de uma vez. Quando você processa os alimentos durante a digestão, eles passam por uma série de reações químicas que tornam o sangue menos ácido. Nessas reações há um aumento do gás carbônico, porque o organismo está trabalhando mais e gastando mais energia, e isso dá sonolência.

A ingestão de gorduras também deve ser evitada, pois torna a digestão mais lenta. Evite, portanto, frituras como batata frita, polenta, mandioca e salgadinhos, além de pratos muito gordurosos, como feijoada ou rabada, durante o expediente. Abaixo, leia as dicas:

tabelaEvitarSono
 

[Tirar uma soneca] é saudável, desde que o indivíduo sinta a necessidade, mas não deve passar de 30 minutos. Ela ajuda até a melhorar a produtividade, pois a pessoa se sente mais disposta depois, afirma a neurologista. Isso é um sinal que a natureza mostra para gente que dormir um pouco não faz mal.

Fonte:Camila Neumam, do R7

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*